Em disco de estreia, pianista explora a cultura do Sul do Brasil

O músico Rudi Germano foi aluno do programa Universidade Aberta à Terceira Idade da USP neste semestre

Por - Editorias: Cultura
Share on Facebook46Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail
O pianista Rudi Germano – Foto: Divulgação

Rudi Germano acaba de lançar o seu primeiro CD. Este também foi o semestre em que ele voltou a frequentar a Universidade. Pianista, compositor e arranjador, Germano participou da Universidade Aberta à Terceira Idade (Uati), programa da USP que disponibiliza vagas em disciplinas regulares e em atividades culturais e esportivas para pessoas com mais de 60 anos.

De nome Origem, o álbum recém-lançado de Germano reúne nove músicas autorais instrumentais. Antes do piano, Germano começou a tocar acordeão aos 5 anos de idade, com repertório da música folclórica e nativa do seu Estado, o Rio Grande do Sul, onde viveu até 1985. “É a minha origem”, diz, explicando o título do disco.

A cultura sulista que interage com os países vizinhos à região Sul do Brasil é uma marca que o pianista procura resgatar nas suas composições. Ele espera que, com o lançamento do disco, consiga divulgar mais os ritmos sul-americanos dentro do Brasil, onde a própria língua falada cria certa barreira em relação aos outros países latino-americanos.

“Minha ideia é trazer a música sul-americana para o roteiro da música brasileira, abrir as fronteiras”, afirma. Isso inclui resgatar as referências musicais que as comunidades de imigrantes europeus trouxeram para a América Sul e também aquelas que hoje ganham a conotação de folclóricas no continente.

Segundo Germano, a oportunidade de fazer o disco veio com incentivo da esposa e de amigos. “Estou compondo há muitos anos, mas nunca tinha lançado nada”, conta o músico. Foi também por meio da esposa, que é professora da Universidade, que ele foi inscrito para assistir a uma disciplina na Escola de Comunicações e Artes (ECA) da USP.

Missão cumprida

Depois de passar o ano frequentando o estúdio de gravação e a Universidade, o músico faz um balanço positivo de 2017. “Para mim o ano foi maravilhoso, em termos de realização foi muito bom”, afirma.

As faixas que o pianista assina sintetizam uma longa trajetória no universo da música. Germano já trabalhou como produtor e diretor musical e participou de programas de rádio. Soma diversas apresentações em teatros e auditórios de São Paulo, Curitiba e do Rio Grande do Sul. Atuou ao lado de artistas como Eduardo Gudin, Cauby Peixoto e Vânia Bastos.

O CD Origem foi gravado na capital paulista no mês de abril. Além de Rudi ao piano, há participação dos músicos Fábio Canella (contrabaixo), Humberto Zigler (bateria e percussão), Dado Magnelli (sax), Luiz Passos (violão) e Carlitos Magallanes (bandoneon).

Confira Portal da América, música que abre o CD:

 

O disco completo está disponível em serviços de streaming como Spotify e Deezer, e também pode ser acessado neste link. Em 2018, Germano planeja o lançamento “físico” do disco, para além da internet.

Share on Facebook46Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Textos relacionados