ECA promove espetáculo para comemorar 50 anos

Encontro será realizado no dia 19 de outubro no Teatro Paulo Autran do Sesc Pinheiros e incluirá homenagem a professores e funcionários da Escola de Comunicações e Artes da USP

Por - Editorias: Cultura
Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail
20161018_00_eca50
Foto: Cecilia Bastos/USP Imagens

 

20161018_07_eca50
Margarida Kunsch

Música, teatro, cinema, dança e vídeo. Um espetáculo que reúne todas essas artes será promovido pela Escola de Comunicações e Artes (ECA) da USP, no dia 19 de outubro, às 20 horas, para comemorar seus 50 anos de fundação. Com direção de Abílio Tavares, o evento – que terá lugar no Teatro Paulo Autran do Sesc Pinheiros, em São Paulo – será apresentado pelos atores Rosi Campos e Leopoldo Pacheco e incluirá um programa que mostra a diversidade cultural da ECA. A Orquestra de Câmara (Ocam) e o Coral da USP (Coralusp) também participarão do espetáculo.

Estão previstas homenagens a professores e funcionários da escola. Entre os docentes homenageados estão Jacó Guinsburg, Renata Pallottini, Ismail Xavier, Evandro Jardim, Jean Claude Bernardet, Gilberto Tinetti, Cremilda Medina, José Marques de Melo e Dorinho Bastos.

Cremilda Medina
Cremilda Medina

Na abertura do evento, será transmitido o documentário Controverso Começo de Uma Escola em Construção, que aborda o processo de criação da escola. Além desse documentário, serão apresentadas produções dos cursos de Cinema, Rádio e Televisão da ECA de diferentes épocas.

Também será mostrado um vídeo institucional para apresentar a escola e uma série de vídeos que compõem o Memórias Ecanas, um projeto que reúne depoimentos de personalidades que já passaram pela escola.

20161018_08_eca50
Renata Pallottini

Na parte musical, a Ocam e o Coralusp farão a apresentação de Magnificat – Aleluia, de Heitor Villa-Lobos, com regência de Gil Jardim e Marco Antônio da Silva Ramos. O Coro de Câmara Comunicantus será responsável por apresentar música popular brasileira, entre elas Romaria, de Osvaldo Lacerda, Forrobodó da Sapataria, com arranjo de Lindembergue Cardoso, e No cordão da Saideira, de Edu Lobo. O teatro será representado no espetáculo por meio de cenas das peças Aos que vieram antes de nós, com direção de Maria Thaís,  Macunaíma, um herói de brinquedo, de Mario de Andrade, dirigida por Cristiane Quito, e Vãos, de Sayonara Pereira.

“A cara da ECA”

Gilberto Tinetti
Gilberto Tinetti

“O evento terá a cara da ECA”, afirma a diretora da escola, professora Margarida Maria Krohling Kunsch. “Teremos uma programação intensa, que contempla todas as áreas da escola.” A diretora destaca o papel de protagonista da ECA em suas cinco décadas de atuação. “Foi aqui que tudo começou, tanto na formação de profissionais das diversas áreas da comunicação e das artes quanto na formação de professores e pesquisadores. Nós temos um volume muito grande de ex-alunos que estão ocupando cargos de direção em todo o País.”

José Marques de Melo
José Marques de Melo

A escola foi criada por iniciativa do reitor Gama e Silva e sua esposa Edir, com Julio García Morejón, professor da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da USP e primeiro diretor da ECA. “Era um projeto que tinha um pouco do viés autoritário do regime político daquele momento”, diz Abílio Tavares, diretor do evento.

Fundada em 16 de junho de 1966 com o nome de Escola de Comunicações Culturais, a ECA recebeu a atual denominação três anos depois. Atualmente é composta de oito departamentos: Artes Cênicas; Artes Plásticas; Informação e Cultura; Cinema, Rádio e Televisão; Comunicações e Artes; Jornalismo e Editoração; Música; e Relações Públicas, Propaganda e Turismo. Ela inclui a Escola de Arte Dramática (EAD), que oferece o Curso Técnico de Formação de Atores.

 

Foto: Divulgação/SESC
O Teatro Paulo Autran, palco do evento comemorativo dos 50 anos da ECA – Foto: Divulgação/Sesc

O espetáculo em comemoração aos 50 anos da Escola de Comunicações e Artes (ECA) da USP será realizado no dia 19 de outubro, às 20 horas, no Teatro Paulo Autran do Sesc Pinheiros (rua Paes Leme, 195, próximo à Estação Faria Lima do Metrô), Pinheiros, em São Paulo. A entrada é grátis, mas é preciso confirmar presença pelo e-mail memoriadaeca@usp.br ou pelos telefones (11) 2648-0237, (11) 3091-4867 e (11) 3091-4372.

 

 

 

 

 

 

 

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Textos relacionados