Físico explica por que ação humana é decisiva na atual era geológica, o Antropoceno

O físico Paulo Artaxo vai discutir a época geológica atual e as tarefas que serão exigidas da ciência

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Ouça a entrevista da repórter Marcia Avanza com o professor Paulo Artaxo, do Instituto de Física (IF) da USP.

logo_radiousp790px

Foto: agenda.weforum.org
Foto: agenda.weforum.org

 

O professor Paulo Artaxo, titular do Departamento de Física Aplicada do Instituto de Física (IF) da USP, ministra palestra nesta quarta-feira (24), às 14 horas, na sala do Conselho Universitário,  sobre o tema Antropoceno: O homem no centro da nova era geológica e suas consequências. Em entrevista à repórter Marcia Avanza, Artaxo explica que o Antropoceno é a época geológica que vivemos atualmente, na qual a ação do homem começa a interferir no planeta.

Referência internacional na área de física ambiental, o professor vai discutir questões sobre o clima do planeta e as consequências dessa nova era, que não pode ser considerada totalmente negativa, mas que exige medidas para estabilizar o clima global.

Doutor em Física Atmosférica pela USP (1985), Artaxo trabalhou na Nasa (Estados Unidos) e nas universidades de Antuérpia (Bélgica), Lund (Suécia) e Harvard (Estados Unidos). A física aplicada a problemas ambientais é uma de suas especialidades, e ele atua principalmente nas questões de mudanças climáticas globais, meio ambiente na Amazônia, física de aerossóis atmosféricos e poluição do ar urbano, entre outros temas. É membro da Academia Brasileira de Ciências, da Academia de Ciências dos Países em Desenvolvimento (TWAS) e da Academia de Ciências do Estado de São Paulo.

Bolsista de Produtividade em Pesquisa 1A do CNPq, Artaxo figurou, recentemente, na lista dos “mais brilhantes” cientistas em todo o mundo, divulgada pela Thomson Reuters no relatório The World´s Most Influential Scientific Mind 2015, ao lado de outros três brasileiros. Ao longo de sua carreira, Paulo Artaxo coleciona  inúmeros prêmios na área científica.

 

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Textos relacionados