Evento intercontinental discute rigidez e dinâmica das diversas leis

O Instituto de Estudos Avançados da USP indicará pesquisador para participação na Intercontinental Academy

Por - Editorias: Ciências
Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail
A Universidade de Birmingham é uma das organizadoras da Intercontinental Academy – Foto: Divulgação/Universidade de Birmingham

A rigidez e a dinâmica das leis será o tema da terceira edição da Intercontinental Academy (ICA), prevista para acontecer em março de 2018 em Cingapura e em março de 2019 em Birmingham, Reino Unido, sob a organização dos institutos de estudos avançados da Universidade de Birmingham e da Universidade Tecnológica de Nanyang.

O Instituto de Estudos Avançados (IEA) da USP indicará um pesquisador para a seleção final, que será conduzida pelos organizadores. O foco é em pessoas que estejam em início/meio de carreira, tendo até 15 anos de conclusão do doutorado, e que realizam pesquisa na academia, indústria, no terceiro setor ou em outras organizações.

Informações sobre o processo podem ser consultadas neste link.

Interdisciplinar

Partindo do pressuposto de que o conceito de leis tem diferentes significados em diferentes contextos, culturas e indivíduos, os organizadores querem provocar a reflexão, análise e comparação para elucidar a origem das leis e as tensões entre elas. “Seja examinando as leis elaboradas pelos humanos, leis naturais ou a evolução da teoria que saem do caos e da complexidade para as leis, existe potencial para interações intensas entre as disciplinas e a visão derivada disso”, defendem.

O programa

A ICA é uma iniciativa da University-Based Institutes for Advanced Study (Ubias), rede que congrega 36 institutos de estudos avançados de universidades de todos os continentes. Criado para fomentar a pesquisa em rede e a formação de novas lideranças na ciência, o programa reúne, a cada edição, jovens pesquisadores que despontam em suas áreas e países para trabalharem juntos em pesquisas interdisciplinares de mudança de paradigma, orientadas por alguns dos mais importantes nomes do conhecimento no mundo. Sempre com dois encontros de imersão, cada um em um continente, a ICA deve sempre ter um produto final, resultado dos estudos, como um livro ou um curso.

O IEA da USP e o Instituto de Pesquisa Avançada da Universidade de Nagoya (IAR), no Japão, são os responsáveis pela primeira edição da ICA, que teve a primeira fase realizada em abril de 2015, em São Paulo, e a segunda em Nagoya, em março do ano passado. Como resultado das atividades e pesquisa, está para ser lançado um Mooc (Massive Open Online Course) sobre o tema “tempo”.

A segunda edição estudou a dignidade humana e foi organizada pelo Instituto Israel para Estudos Avançados da Universidade Hebraica de Jerusalém e pelo Centro para Pesquisas Interdisciplinares (Zentrum für Interdisziplinäre Forschung – ZIF) da Universidade de Bielefeld, com encontros em março e agosto de 2016. O IEA da USP enviou a pesquisadora Akemi Kamimura para participar.

Com informações do IEA

Mais informações: site http://www.iea.usp.br/publicacoes/3rd-ica-informations, e-mail ica_iea@usp.br

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Textos relacionados