Coordenadoria do Campus da Capital apresenta projeto de prevenção à dengue para outras Unidades da USP

Amanhã, dia 23 de fevereiro, das 9h30 às 17h30, a equipe do projeto “Cidade Universitária, Meu Ambiente”, da Coordenadoria do Campus da Capital (Cocesp), realizará um encontro para apresentar o trabalho piloto de prevenção à dengue desenvolvido na Cidade Universitária “Armando de Salles Oliveira” (Cuaso) no Butantã, para todas as Unidades da USP. Este projeto está sendo desenvolvido dentro da Cuaso desde o ano passado, com o intuito de integrar todos os usuários do campus no trabalho de prevenção à dengue.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Amanhã, dia 23 de fevereiro, das 9h30 às 17h30, a equipe do projeto “Cidade Universitária, Meu Ambiente”, da Coordenadoria do Campus da Capital (Cocesp), realizará um encontro para apresentar o trabalho piloto de prevenção à dengue desenvolvido na Cidade Universitária “Armando de Salles Oliveira” (Cuaso) no Butantã, para todas as Unidades da USP. Este projeto está sendo desenvolvido dentro da Cuaso desde o ano passado, com o intuito de integrar todos os usuários do campus no trabalho de prevenção à dengue.

O objetivo deste encontro de amanhã é disponibilizar para as Unidades o conhecimento e as práticas desenvolvidas nos 12 meses iniciais do projeto, que conta com a parceria da Faculdade de Saúde Pública (FSP), do Laboratório de Cartografia e Geoprocessamento do Departamento de Geografia da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) e do Instituto de Pesquisa do Discurso do Sujeito Coletivo (IPDSC), além da colaboração de técnicos e agentes da Vigilância Ambiental do Butantã,em São Paulo.

Foram convidados para participar do evento até três representantes da cada uma das coordenadorias dos campi da USP: de Ribeirão Preto, São Carlos, Bauru, Piracicaba e Pirassununga; do campus de Lorena e do Quadrilátero Saúde/Direito – formado pela Faculdade de Medicina (FM), Faculdade de Saúde Pública (FSP), Escola de Enfermagem (EE), Instituto de Medicina Tropical (IMT) e Faculdade de Direito (FD); mais representantes das bases do Instituto Oceanográfico (IO) – em Ubatuba e Cananéia; do Centro de Biologia Marinha (CEBIMar),em São Sebastião ; e da Escola de Artes, Ciências e Humanidades (EACH) – conhecida também como USP Leste, para atuarem posteriormente, havendo interesse deles, como multiplicadores deste projetoem suas Unidades.

Apresentação do projeto

A equipe do projeto apresentará como é feito o treinamento prático, o histórico do trabalho já realizado no campus do Butantã; informações sobre o vetor, utilização de armadilha; os resultados obtidos; dificuldades existentes; soluções práticas desenvolvidas; e documentação técnica sobre a armadilha. “Serão mostrados os acertos e erros obtidos, para que os representantes das Unidades possam aproveitar o que for mais viável para ser aplicado de acordo com a sua realidade.

A ideia é que os participantes do encontro adquiram o conhecimento sobre prevenção da dengue, e aproveitem o que quiserem, agindo como multiplicadores”, ressalta o assistente técnico de direção da Cocesp, Hamilcar José Ferreira de Miranda.Neste encontro, serão entregues também materiais de divulgação do projeto de prevenção à dengue contendo camisetas, cartazes, informativos. De acordo com Miranda, a inovação deste projeto está em trabalhar a parte da educação e prevenção, não deixando para agir quando o problema, no caso o mosquito da dengue, já tiver instalado.

Segundo ele, este trabalho está tendo resultados positivos, pois algumas Unidades já estão gerenciando as suas áreas e controlando a proliferação dos mosquitos, pois “só faz prevenção à dengue com o apoio e participação de todos da comunidade, no caso, todos os usuários da USP”, destaca Miranda.

O encontro será realizado no auditório da Divisão Técnica de Operações e Vigilância da Cocesp, localizado na Av. Prof. Almeida Prado, 1280, Cidade Universitária. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 11-3091 5007/4600, falar com Hamilcar; ou através do e-mail: meuambiente@usp.br

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Textos relacionados