Políticas públicas em São Paulo no pós-ditadura são tema de painel

Pesquisadores avaliam evolução histórica das políticas e práticas em habitação, saneamento e transporte em São Paulo

Por - Editorias: Ciências Humanas
Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail
Pesquisas investigam o desenvolvimento de políticas públicas no período após a ditadura – Foto: Marcos Santos / USP Imagens

O período ditatorial no Brasil durou de 1964 até 1985. No pós-ditadura, destacaram-se mudanças significativas nos poderes dos governos municipais e nos imperativos constitucionais das autoridades municipais para realização de políticas e direitos sociais. Nesse contexto se inserem pesquisas realizadas pelo Centro de Estudos da Metrópole (CEM) que resultaram no seminário A Política de Distribuição de Bens Públicos em São Paulo, de 1989 a 2016, que será apresentado na USP.

O seminário explora os atores e arranjos institucionais que construíram o poder relativo de realizar essas políticas na maior metrópole brasileira. Artigos de pesquisa originais de Benjamin Bradlow, da universidade norte-americana Brown University, e Magaly Marques Pulhez, do CEM e da Unifesp, examinam a evolução histórica da construção das políticas e práticas políticas nos setores de habitação, saneamento e transporte coletivo.

O evento acontecerá no dia 28 de novembro, com a presença dos pesquisadores Benjamin Bradlow e Magaly Marques Pulhez. Contará, ainda, com a participação, nos comentários, dos professores Eduardo Marques, do CEM e do Departamento de Ciência Política da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da USP, e Luciana Ferrara, do Planejamento Territorial da UFABC. O seminário acontece das 16h30 às 18h30, no auditório 118 do Prédio da Filosofia e das Ciências Sociais, na FFLCH. O evento é aberto a todos, sem necessidade de inscrição prévia.

Mais informações: site http://web.fflch.usp.br/centrodametropole/1320

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Textos relacionados