Obra de Rousseau é tema central de nova edição de revista

“Cadernos de Filosofia Alemã” analisa o filósofo a partir de suas teorias e do confronto com outras ideias

Por - Editorias: Ciências Humanas
Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Publicação semestral do Departamento de Filosofia da USP, Cadernos de Filosofia Alemã: Crítica e Modernidade acaba de lançar seu último número (volume 22, número 3, 2017).

A publicação, que pretende estimular o debate de questões importantes para a compreensão da modernidade a partir de filósofos de língua alemã, traz em sua nova edição nove artigos que tratam da obra de Jean-Jacques Rousseau. São analisados temas internos à sua filosofia e seu confronto com outras teorias e discussões contemporâneas, escreve Marisa Lopes, no Editorial da revista.

Dentre os estudos, análise das complexidades presentes na ideia de estado de natureza; investigação sobre a influência do pensamento político de Rousseau na formulação do conceito de autonomia da vontade na filosofia moral de Kant; e Rousseau sob as interpretações de Carl Schmitt e Hannah Arendt.

O material completo pode ser acessado pelo Portal de Revistas USP.

Mais informações: e-mail filosofiaalema@usp.br

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Textos relacionados