Técnica cirúrgica reconstrói danos de tumor na região perianal

Especialistas da USP aprovam técnica de cirurgia plástica para reconstrução de defeitos causados por tumores perianais

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn218Print this pageEmail
Pedro Coltro (5)
Pedro Soler Coltro, autor da pesquisa – Foto: Gilberto Soares Junior/HCFMRP

Especialistas aprovam técnica de reconstrução de defeitos provocados por tumor perianal em estudo inédito que acompanhou 73 pacientes. A pesquisa foi realizada pelo professor Pedro Soler Coltro, da Divisão de Cirurgia Plástica da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP) da USP, em “experiência única no mundo, até o momento, pela maior série de pacientes operados” com implante de retalho de tecido retirado do próprio paciente.

O estudo foi realizado por Coltro na Faculdade de Medicina (FMUSP), durante seu doutorado e pós-doutorado. Em 2015, a técnica foi trazida à Ribeirão Preto quando o professor ingressou na carreira da USP, no Departamento de Cirurgia e Anatomia da FMRP.

Os resultados do acompanhamento das pessoas submetidas ao tratamento, das avaliações pré-operatórias até a completa cicatrização das cirurgias, confirmam, segundo os especialistas, a técnica como procedimento de “primeira escolha para reconstrução desses defeitos”.

Trata-se de cirurgia que repara sequelas e previne complicações da retirada de tumores da região perianal (reto e ânus), após radioterapia e quimioterapia, com uso de um retalho (fragmento de tecido) localizado na transição do glúteo com a coxa.

Este tecido, conta o professor Coltro, já era usado com sucesso em reconstruções vaginais. E, agora, têm confirmadas as vantagens desse procedimento em reconstruções perianais quando comparada a outras técnicas.

Os resultados da pesquisa mostraram que esse retalho proporciona uma reconstrução apropriada da região perianal, levando ao fechamento completo da ferida causada pela retirada do tumor, além de deixar a cicatriz pouco aparente.

Em novembro do ano passado, a pesquisa foi reconhecida como um dos melhores trabalhos apresentados no 53º Congresso Brasileiro de Cirurgia Plástica, realizado em Fortaleza, Ceará, com o Prêmio Antonio Prudente. Os mesmos resultados estarão em breve publicados na Diseases of the Colon and Rectum, uma das revistas mais importantes dessa área.

Rita Stella, com informações da Assessoria de Imprensa do HCFMRP

Mais informações: e-mail pscoltro@hotmail.com

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn218Print this pageEmail

Textos relacionados