Experimento com sonda na alta atmosfera é premiado em evento internacional

Desafio promoveu lançamentos de sondas experimentais à estratosfera feitos por equipes do mundo todo

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

O grupo Zenith da Escola de Engenharia de São Carlos (EESC) da USP foi classificado em segundo lugar na categoria Melhor Experimento de Ciência no Global Space Balloon Challenge (GSBC), um desafio organizado pela Stanford University e pelo Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT, sigla em inglês) do qual participam lançamentos de sondas experimentais à estratosfera feitos por equipes do mundo todo.

A missão da EESC, chamada de Garatéa, foi completada com sucesso no dia 14 de maio, após duas horas e 30 minutos de voo, com o equipamento sendo resgatado na cidade de São Sebastião da Grama (SP), a 145 km do ponto de partida – localizado no entorno do Hangar I do Departamento da Engenharia Aeronáutica da EESC, no campus II da USP em São Carlos.

O experimento consistiu em enviar microrganismos encontrados em ambientes extremos da Terra a uma altitude de aproximadamente 32 quilômetros, a fim de analisar seu comportamento nas diversas condições de estresse da alta atmosfera. Além das amostras levadas pelo balão, os membros do grupo instalaram na sonda duas microcâmeras que fizeram o registro fotográfico do voo, desde a decolagem até o pouso de paraquedas.

A equipe – que é orientada pelo professor do Departamento de Engenharia Mecânica da EESC, Daniel Varela Magalhães – receberá como prêmio um novo balão e um paraquedas que poderão ser utilizados para novos experimentos.

Mais informações podem ser obtidas com o professor Magalhães por meio do telefone (16) 3373-8647 ou email daniel@sc.usp.br.

Da Assessoria de Comunicação da EESC

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Textos relacionados