Versão de “Saudosa Maloca” reflete indignação com momento presente

A interpretação da música de Adoniran Barbosa é de Celso Sim e está presente no disco “Vamos Logo Sem Paredes”

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

A demolição de um muro na região da Cracolândia, no último dia 23, sem, antes, ter havido a remoção dos moradores de seu entorno, e o atropelamento de skatistas, também na região central da cidade, no último dia 25, são acontecimentos recentes que, para o professor Guilherme Wisnik, demonstram o “desprezo pelo ser humano”. Diante disso, em sua coluna “Espaço em Obra” desta semana, Wisnik traz a canção Saudosa Maloca, composta por Adoniran Barbosa, na versão de Celso Sim, do disco Vamos Logo Sem Paredes (2008).

De acordo com o professor, a versão apresentada traz uma “veia de indignação” à música que, originalmente, traz personagens que, “de bom grado”, saem para apreciar a demolição de um palacete no qual moravam na mesma região em que o muro mencionado foi demolido – a mesma indignação que sente diante dos recentes eventos.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Textos relacionados