USP só tem a ganhar com o aumento da diversidade

Colunista destaca a importância da pressão exercida por movimentos negros em torno da questão

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Na coluna “Cidade para Todos” desta semana, a professora Raquel Rolnik trata da adoção do sistema de cotas sociais e raciais na USP, aprovada, no último dia 4, pelo Conselho Universitário (CO) da Universidade. “A Universidade só tem a ganhar com o aumento da diversidade, com uma política de reparação”, avalia.

Além de analisar a medida, Raquel fala sobre racismo, destaca a importância da organização e pressão exercida por movimentos negros em torno da questão e rebate argumento de que a adoção significa perda de qualidade de ensino.

 

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Textos relacionados