USP e Universidade de San Diego fazem descoberta sobre nióbio

Pesquisa entre as duas universidades questiona característica supercondutora da liga nióbio-boro

Por - Editorias: Atualidades, Rádio USP
Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Pesquisadores da USP e da Universidade de San Diego, no estado americano da Califórnia, lançaram recentemente um artigo científico, que propõe uma nova interpretação da supercondutividade da liga de metal nióbio-boro.

O professor do Instituto de Física da USP e diretor da Escola de Engenharia de Lorena, Renato Jardim, conta quais são as principais características físico-químicas do nióbio, metal encontrado em grandes quantidades no Brasil, e dá exemplos de aplicação do material na indústria e na área de saúde.

Segundo o especialista, os novos estudos revelaram que na liga entres os metais nióbio e boro, o primeiro é que é responsável pela supercondutividade. A descoberta, complementa o professor, contraria a percepção anterior de que os dois metais permitiam a condutividade elétrica sem perda de energia. A partir de agora, a literatura tradicional terá de ser revisada e novas perspectivas de pesquisa se abrem para os metais próximos ao nióbio na tabela periódica, avalia Jardim.

O Jornal da USP, uma parceria do Instituto de Estudos Avançados, Faculdade de Medicina e Rádio USP, busca aprofundar temas nacionais e internacionais de maior repercussão e é veiculado de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 9h30, com apresentação de Roxane Ré.

Você pode sintonizar a Rádio USP em São Paulo FM 93.7, em Ribeirão Preto FM 107.9, pela internet em www.jornal.usp.br ou pelo aplicativo no celular.

Você pode ouvir a entrevista completa no player acima.

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Textos relacionados