Trump, o presidente que caiu em desgraça com a seriedade e a credibilidade

“Quem ainda tem medo de Donald Trump?”, pergunta a colunista Marília Fiorillo

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Em sua coluna semanal, a professora Marília Fiorillo comenta a mais recente impropriedade de Donald Trump: o reconhecimento de Jerusalém como capital israelense, “uma questão extremamente polêmica, pois viola a lei internacional e todas as resoluções do Conselho de Segurança da ONU”.  No entanto, apesar dos protestos ocorridos na Indonésia, Jordânia, Turquia e Paquistão e do confronto entre palestinos e forças israelenses, a verdade é que ninguém mais parece levar  a sério o presidente norte-americano.

“Ao contrário do que muitos temiam, não houve, por enquanto, uma nova intifada. A grande surpresa, paradoxalmente, é que não houve surpresa alguma”, diz a colunista da Rádio USP, que aponta três razões para isso. Segundo Marília Fiorillo, as bravatas de Trump não impressionam mais. E mais: para ela, as declarações do líder da maior potência mundial sofrem hoje de um descrédito generalizado. “Desta vez”, argumenta a colunista, “a capacidade histriônica do comunicador Trump não surtiu efeito. Quem ainda tem medo de Donald Trump?”.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados