Terroristas, loucos ou delinquentes ?

Marília Fiorillo: “Haveria algum nexo sutil entre mente perturbada e militância extremista, ou seria o contrário?”

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

logo_radiousp790px

Se os autores da maioria dos atentados recentes na Europa eram alegadamente desajustados com problemas psíquicos, sem vínculo com grupos jihadistas, na Síria cerca de 280 mil pessoas, em Alepo, estão acuadas pelo cerco da fome e submetidas a bombardeios químicos pelas forças do regime.

Foto: Civil Defense Idlib
Foto: Civil Defense Idlib

 

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Textos relacionados