Subiaco, berço do livro italiano

Subiaco foi redescoberta durante a Renascença por alguns eruditos que a visitaram e se encantaram com a riqueza da biblioteca do mosteiro de São Bento de Núrcia

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

 

O Mosteiro de São Bento de Núrcia, no meio de escarpados rochedos de Subiaco – Foto: ab629 via Visual Hunt

Subiaco, uma pequena cidade situada a 100 km de Roma, é considerada o berço do livro italiano. De lá saíram os primeiros livros impressos na Itália, por obra e graça de dois tipógrafos alemães, que se instalaram no mosteiro de São Bento de Núrcia e  imprimiram algumas obras que passaram para a história. Esse mosteiro beneditino, já ativo na segunda metade do século VI da era cristã,  ganhou renovado interesse durante a Renascença, quando eruditos que o visitaram se encantaram com a riqueza de sua biblioteca.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados