Subiaco, berço do livro italiano

Subiaco foi redescoberta durante a Renascença por alguns eruditos que a visitaram e se encantaram com a riqueza da biblioteca do mosteiro de São Bento de Núrcia

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

 

O Mosteiro de São Bento de Núrcia, no meio de escarpados rochedos de Subiaco – Foto: ab629 via Visual Hunt

Subiaco, uma pequena cidade situada a 100 km de Roma, é considerada o berço do livro italiano. De lá saíram os primeiros livros impressos na Itália, por obra e graça de dois tipógrafos alemães, que se instalaram no mosteiro de São Bento de Núrcia e  imprimiram algumas obras que passaram para a história. Esse mosteiro beneditino, já ativo na segunda metade do século VI da era cristã,  ganhou renovado interesse durante a Renascença, quando eruditos que o visitaram se encantaram com a riqueza de sua biblioteca.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Textos relacionados