Serviço e comércio movimentam a economia da São Paulo atual

Não se pode mais dizer que São Paulo seja uma cidade industrial, como era no passado

Por - Editorias: Atualidades, Rádio USP
Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Acompanhe a entrevista da jornalista Sandra Capomaccio com o professor Gilson Schwartz (ECA/USP):

logo_radiousp790px

00_zero

Avenida Paulista a noite - Foto: The Photographer via Wikimedia Commons
Avenida Paulista à noite – Foto: The Photographer via Wikimedia Commons

Uma megalópole que abre oportunidades a todos que vêm com esperança de uma vida melhor.  Cosmopolita por si só, hoje a cidade tem mais de 11 milhões de moradores. A economia que movimenta a maior cidade do País deixou de ser industrial e passou a ter como carro-chefe o serviço e o comércio.

Em mais uma matéria especial sobre os 463 anos da cidade de São Paulo, a repórter Sandra Capomaccio entrevista o professor Gilson Schwartz, professor da ECA/USP (Escola de Comunicações e Artes da USP) e colunista da Rádio USP. Segundo ele, São Paulo continua sendo um gigante da economia brasileira, apesar de os  problemas resultantes da crise econômica que se abate sobre o País.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Textos relacionados