Rivalidade entre irmãos desperta emoções amorosas e odiosas

Para psicóloga, os pais devem apontar excessos, mas não reprimir as emoções fraternais

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A rivalidade entre irmãos é preocupante para muitos pais. Isso porque os irmãos discutem por razões consideradas simples, como saber quem vai passar mais tempo no computador ou na televisão, quem vai receber mais atenção ou até mesmo quem vai ganhar presente.

Entretanto, o que é motivo de preocupação pode ser um treino para as futuras relações, porque eles aprendem a compartilhar e a serem empáticos. Para Fernanda Mishima Gomes, psicóloga do Departamento de Psicologia da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP) da USP, é importante que os pais apontem os excessos, mas que não os reprimam.

Além disso, a psicóloga diz que um dos grandes benefícios dessa relação é a própria presença do irmão, que desperta diversas emoções, tanto amorosas quanto odiosas. Assim, aprendem a conviver um com o outro, com ambos os sentimentos, sem que o relacionamento seja afetado.

 

 

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados