Relatório internacional prevê utilização de edição genética

A professora Mayana Zatz fala sobre a tecnologia que pretende corrigir mutações de genes que causam doenças genéticas

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail


.
A professora do Instituto de Biociências, Mayana Zatz, defende as pesquisas em embriões em relação às doenças genéticas. Ela explica que a correção de genes pode evitar o desenvolvimento de patologias.

A pesquisadora trata do dilema ético, que se centra em pesquisas que não tenham como foco apenas a cura de doenças. No entanto, ela avalia que esta realidade está distante. Para ela, as ferramentas vão revolucionar a medicina.

O Jornal da USP, uma parceria do Instituto de Estudos Avançados e Rádio USP, busca aprofundar temas nacionais e internacionais de maior repercussão e é veiculado de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 9h30, com apresentação de Roxane Ré.

Você pode sintonizar a Rádio USP em São Paulo FM 93.7, em Ribeirão Preto FM 107.9, pela internet em www.jornal.usp.br ou pelo aplicativo no celular.

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Textos relacionados