Reformulação do basquete pode dar outra cara ao esporte

Luciano Maluly analisou como as medidas administrativas tomadas recentemente pela CBB podem revolucionar o basquete brasileiro

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail


.
Os péssimos resultados conquistados recentemente pelo basquete brasileiro suscitaram uma discussão sobre como os bastidores afetam o desempenho dentro da quadra. O professor Luciano Maluly, da Escola de Comunicações e Artes da USP, analisou o panorama atual de um dos esportes mais tradicionais de nosso país.

Para Maluly, o fato de a Confederação Brasileira de Basquete não recorrer ao nome de um dos melhores técnicos da atualidade, Miguel Ângelo da Luz e Neto, é um dos fatores que mais influenciam o desempenho das equipes. Além disso, criticou o fato de a discussão sobre gestão estar condicionada aos resultados.

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Textos relacionados