Redução transitória do fluxo sanguíneo cerebral leva ao desmaio

Ponte Neto diz que se a pessoa apresentar déficit neurológico focal, como dificuldade para falar, deve ser encaminhado para urgência

Nesta semana, o professor Octávio Pontes Neto fala sobre síncope, popularmente conhecida como desmaio, situação em que a pessoa sente o escurecimento ou borramento da visão, sensação de cabeça vazia e mal estar que pode levar a perda de consciência e queda.

Pontes Neto conta que, geralmente, é causado pela redução transitória do fluxo sanguíneo cerebral por diversas condições, desde desidratação ou hipoglicemia até arritmia cardíaca ou sangramento. Além disso, tem a síncope neuromediada causada após picada de agulha ou ao ver sangue.

Segundo o professor, diante desses sintomas, o mais adequado e recomendado é deitar no chão e levantar as pernas para que facilite o retorno venoso para o coração, que vai bombear o sangue para o cérebro. “Se o paciente apresentar déficit neurológico focal, como dificuldade para falar ou crise convulsiva, deve ser encaminhado para urgência”. Ouça acima, na íntegra, o comentário do professor Octávio Pontes Neto.

Por: Giovanna Grepi

 

Textos relacionados