Quasares: buracos negros que brilham mais do que as galáxias

Objetos longínquos e extremamente luminosos, o mistério dos quasares agora já está mais bem elucidado pelos astrônomos

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

cab_steiner

logo_radiousp790px

00_zero

Ilustração: Nasa
Buraco negro supermassivo – Ilustração: Dana Berry/Nasa via Visual Hunt

Você não entendeu errado: os quasares são mesmo buracos negros supermassivos que brilham intensamente. Quem explica essa aparente contradição à repórter Luiza Caires é o astrofísico João Steiner em sua coluna desta semana na Rádio USP, “Entender Estrelas”. Além disso, os quasares estão localizados a muitos e muitos anos luz de nós, e o que os astrônomos estão vendo quando os observam é algo que aconteceu há milhares de milhões de anos – ou seja, após a luz dos quasares viajar até atingir os telescópios. Isso proporciona uma boa visão de como o Universo foi se formando.

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Textos relacionados