Profilaxia Pré-Exposição é eficaz na prevenção da Aids

Professor Esper George Kallas fala sobre as pesquisas na busca por uma vacina eficaz

  • 55
  •  
  •  
  •  
  •  

jorusp

As pesquisas na busca por uma vacina contra o Vírus da Imunodeficiência Humana (HIV) já duram muitos anos, mas, até hoje, os resultados não são satisfatórios. O HIV é transmitido sexualmente e seus portadores podem desenvolver a Síndrome da Imunodeficiência Adquirida (Aids), doença que afeta a capacidade do organismo de se defender de infecções. Em entrevista à Rádio USP, o professor Esper George Kallas, um dos mais renomados cientistas nas pesquisas de HIV no Brasil, explica os atuais desafios da ciência na busca da vacina e de um tratamento mais eficaz.

O especialista conta que a grande mutação do vírus é a principal dificuldade em produzir uma vacina eficiente. Quando se induz uma defesa contra um tipo de vírus, a proteção não se estende aos outros. O máximo de eficácia em uma vacina contra o HIV conseguido até hoje foi de 32%. O professor ressalta que a possibilidade de cura existe. Até hoje, apenas um indivíduo foi curado após um transplante de medula, na Alemanha. O caso mostra que é possível eliminar o vírus por completo.

Na área de pesquisa do HIV, uma das descobertas recentes é a grande eficácia dos kits de Profilaxia Pré-Exposição (PrEP), dos quais a USP participou do desenvolvimento. Os kits possuem um baixo custo e são uma alternativa tanto para países desenvolvidos quanto para os em desenvolvimento.

O HIV é o tema central do 13º Curso de Patogênese do HIV, promovido pelo programa de Pós-Graduação em Alergia e Imunopatologia da Faculdade de Medicina (FM) da USP. Voltado a pós-graduandos, pesquisadores e profissionais da saúde, o curso prevê uma série de oficinas, sessão de pôsteres e minicursos e será ministrado em sua maior parte em inglês. A programação completa está disponível no site http://www.patogenesedohiv.com.br/.

Jornal da USP, uma parceria do Instituto de Estudos Avançados, Faculdade de Medicina e Rádio USP, busca aprofundar temas nacionais e internacionais de maior repercussão e é veiculado de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 9h30, com apresentação de Roxane Ré.
Você pode sintonizar a Rádio USP em São Paulo FM 93.7, em Ribeirão Preto FM 107.9, pela internet em www.jornal.usp.br ou pelo aplicativo no celular. Você pode ouvir a entrevista completa no player acima.

  • 55
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados