Professor da USP analisa os cem primeiros dias da gestão Doria

Há 4 meses à frente da Prefeitura, prefeito tem boa avaliação em início de mandato e já é cotado para o governo do Estado

Por - Editorias: Atualidades
Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn4Print this pageEmail

No dia 10 de abril, o Prefeito João Doria completou cem dias à frente da Prefeitura de São Paulo.

Segundo o atual gestor, não tem havido folga no trabalho. Por dia, Doria dedica em média 17 horas à cidade e, até agora, marcou presença em cerca de 80 compromissos nas ruas da capital, além de mais de 90 encontros com políticos e empresários.

Esses três primeiros meses foram marcados por uma grande exposição do atual prefeito — João Doria já apareceu vestido de gari, agente de trânsito e atendente de lanchonete, sempre divulgando tais ações em suas redes sociais.

João Doria já apareceu vestido de gari, agente de trânsito e atendente de lanchonete – Foto: Heloísa Ballarini/Secom-PMSP via Fotos Públicas

Apesar de diversas polêmicas envolvendo tanto seus projetos quanto sua personalidade, foi o candidato com melhor avaliação em um começo de gestão nos últimos 20 anos.

Em meio á crise política que vive o Brasil, tal avaliação levantou debates acerca de uma possível candidatura do mais novo político ao governo do Estado de São Paulo e à Presidência da República. Sobre o tema, a Rádio USP conversa com o professor Eduardo Leão Marques, especialista em Política Urbana pelo Departamento de Ciências Políticas da Universidade. Ouça o áudio acima:

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn4Print this pageEmail

Textos relacionados