Professor comenta reforma trabalhista em vigor desde sábado

O professor Nelson Mannrich vê como um dos aspectos positivos da reforma a maior flexibilidade das relações trabalhistas

Por - Editorias: Atualidades, Rádio USP
Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Entrou em vigor no último sábado (11) a maior reforma trabalhista jamais promovida no País desde os anos 1940. As mudanças atingem a CLT (Consolidação das Leis do Trabalho), que rege os contratos de trabalhadores com carteira assinada. As alterações, no entanto, ainda estão cercadas de alguma controvérsia.

O professor Nelson Mannrich, do Departamento de Direito do Trabalho e da Seguridade Social da Faculdade de Direito da USP, comenta os aspectos que considera mais relevantes dessa reforma. Em um dos trechos da entrevista, ele observa que o maior problema do Brasil não é o desemprego, e sim o modelo de relações de trabalho que nós temos, que se revela excessivamente intervencionista e burocrático, situação que acaba por colocar à margem do mercado de trabalho milhares de trabalhadores.

Acompanhe a entrevista no áudio acima.

 

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Textos relacionados