Previsões sobre El Niño para agricultura são precipitadas

O monitoramento das agências internacionais não revela uma clara evidência de ocorrência do fenômeno

Por - Editorias: Atualidades, Rádio USP
Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail


.
Há uma expectativa de que o fenômeno climático conhecido como El Niño possa voltar a ser o vilão da inflação, motivo pelo qual a Rádio USP buscou a opinião de um especialista, o professor Fábio Marin (Departamento de Engenharia de Biossistemas), da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq), em Piracicaba. Ele revela que, pelo menos por enquanto, não existe indicativo de que o fenômeno possa ocorrer e considera precipitada qualquer avaliação dessa natureza, ou mesmo de que isso possa contribuir para o retorno da inflação.

Foto: Wikimedia Commons

Supondo-se, no entanto, que o El Niño realmente ocorra, não há sinal claro de que possa ocasionar problemas no setor agrícola. “Nós já tivemos anos com o El Niño em que a situação da agricultura foi favorecida e também já tivemos anos em que foi prejudicada.” O fenômeno pode ocorrer a qualquer momento, mas não se consegue tão facilmente fazer previsões acerca de se irá ou não afetar a safra agrícola  e tampouco sobre seus efeitos na inflação.

“Quando o El Niño está bem caracterizado, o que não é o caso deste ano, temos um quadro de chuva excessiva no Sul do País e seca no Norte/Nordeste”, explica Marin. Já as regiões Sudeste e Centro-Oeste não apresentam o mesmo padrão de comportamento – tanto podem apresentar seca como períodos de chuva intensa.

 

 

 

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Textos relacionados