Presidente francês se posiciona contra prorrogação de licença para glifosato

Emmanuel Macron anuncia que a França terá uma atitude unilateral de reduzir a prorrogação da licença para três anos, ao invés de cinco

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

O colunista José Eli da Veiga analisa a atitude do presidente da França, Emmanuel Macron, referente à prorrogação da licença do agrotóxico glifosato, que terminaria agora em dezembro. A União Europeia estendeu o prazo para cinco anos, principalmente devido a uma mudança de posição da Alemanha, de última hora.

O professor destaca a posição do líder francês, que anunciou que a França terá uma atitude unilateral de reduzir o prazo para três anos porque algum substituto ao produto deve ser encontrado. Eli da Veiga também elogia Macron pela convocação de uma cúpula para a discussão do clima, que está sendo organizada em torno da questão da atitude do mundo financeiro. “Só haverá descarbonização se as inovações tecnológicas forem adotadas e para isso é preciso apoio financeiro a projetos de energias renováveis”, ressalta o colunista.

Ouça a coluna na íntegra.

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Textos relacionados