Pesquisas de intenção de voto nos Estados Unidos ajudam a confundir público brasileiro, analisa colunista

Para Carlos Eduardo Lins da Silva, divulgação indiscriminada de dados de institutos pouco confiáveis deixa o brasileiro sem entender o comportamento do eleitor norte-americano

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

logo_radiousp790px

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

A mídia brasileira divulga com frequência pesquisas de intenção de voto para a presidência dos Estados Unidos. Chama a atenção, no entanto, a diferença dos dados apresentados: em alguns, Hillary Clinton vence, em outros há empate entre os dois candidatos e também há aqueles em que Trump vence. Carlos Eduardo Lins da Silva, em entrevista à jornalista Marcia Blasques, comenta esse quadro.

Ouça a coluna na íntegra.

.

.

.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Textos relacionados