Pesquisadora comenta projeto que quer mudar forma de escolha de ouvidor da Polícia

Apresentado pelo deputado coronel Camilo, o projeto quer tirar do Condepe e levar para a Secretaria da Justiça a indicação do ouvidor da Polícia do Estado de São Paulo

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Acompanhe a entrevista da repórter Marcia Avanza com a pesquisadora do Núcleo de Estudos da Violência, Viviane de Oliveira Cubas:

logo_radiousp790px

Conselho Consultivo da Ouvidoria da Polícia de São Paulo reunido em março de 2016 - Foto: Divulgação/SSPSP
Conselho Consultivo da Ouvidoria da Polícia de São Paulo reunido em março de 2016 – Foto: Divulgação/SSPSP

Projeto de lei apresentado na Assembleia Legislativa do Estado pelo deputado coronel Camilo, do PSD, quer mudar a forma de escolha do ouvidor da Polícia do Estado de São Paulo. Atualmente, o Conselho Estadual de Defesa dos Direitos da Pessoa Humana (Condepe) apresenta três nomes para escolha do governador. No projeto apresentado, a indicação seria do próprio governo do Estado, por meio do secretário de Justiça. Sobre esse projeto, a repórter Marcia Avanza conversou com Viviane de Oliveira Cubas, pesquisadora do Núcleo de Violência da USP (NEV-USP). A pesquisadora destaca a importância da Ouvidoria da Polícia de São Paulo, que existe há 21 anos, e a independência de suas ações, embora seja um órgão ligado à Secretaria da Justiça.

.

.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail