Pesquisa na USP desenvolve tratamento eficaz contra dor na lombar

Sequência de exercício, diatermia e orientações ergonômicas são os três instrumentos utilizados

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

jorusp

A lombalgia, dor na lombar, parte baixa das costas, atinge mais de 70% da população economicamente ativa em países industrializados. Em todo o mundo, 90% dos indivíduos tiveram ou vão ter ao menos um episódio de lombalgia ao longo da vida. A fisioterapeuta Sandra Amaral, pesquisadora do Departamento de Fisioterapia da USP, especialista em fisioterapia músculo-esquelética, mestranda em Ciências do Movimento-USP e autora do livro Vir a ser: A Fisioterapia como um Caminho na Reconstrução do Ser, falou sobre os resultados de uma pesquisa realizada na universidade.

A especialista explica que o método desenvolvido tem índice de 90 a 100% de melhora nos indivíduos envolvidos. O público alvo é o que possui lombalgia crônica, ou seja, a dor aparece pelo menos 3 vezes na semana e dura há, no mínimo, 3 meses. São três os instrumentos utilizados durante o tratamento: uma sequência de 12 exercícios; diatermia por ondas curtas, que é o uso de calor na área afetada, e orientações posturais no dia-a-dia.

No livro Vir a ser: A Fisioterapia como um Caminho na Reconstrução do Ser, a fisioterapeuta fala também sobre a fibromialgia, dor crônica não só na região da coluna. Sandra Amaral conta ainda que fatores emocionais podem estar envolvidos tanto na fibromialgia quanto na lombalgia. Os interessados em participar do projeto de pesquisa na USP sobre lombalgia precisam ter entre 18 e 80 anos. O e-mail para entrar em contato é sand.fisio@gmail.com.

Jornal da USP, uma parceria do Instituto de Estudos Avançados, Faculdade de Medicina e Rádio USP, busca aprofundar temas nacionais e internacionais de maior repercussão e é veiculado de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 9h30, com apresentação de Roxane Ré.
Você pode sintonizar a Rádio USP em São Paulo FM 93.7, em Ribeirão Preto FM 107.9, pela internet em www.jornal.usp.br ou pelo aplicativo no celular. Você pode ouvir a entrevista completa no player acima.

 

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Textos relacionados