PC chinês reafirma posição de Xi Jinping como comandante supremo da nação

E é sobre o Partido Comunista chinês e sua aposta para o futuro que versa o comentário do embaixador Rubens Barbosa

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Na coluna “Diplomacia e Interesse Nacional” desta semana, o embaixador Rubens Barbosa comenta as novas diretrizes estabelecidas por mais um Congresso do Partido Comunista Chinês, realizado a cada cinco anos, o qual se constitui no maior evento político da China. O encontro reforçou a posição de liderança do secretário-geral do PC chinês, Xi Jinping, que “está tão forte hoje quanto foi Mao Tsé-Tung”. Mais do que isso, o partido vislumbra uma nova era para a China, que sonha em restaurar a grandeza da nação no mundo.

Embalada pelo sucesso de sua economia, a China se apresenta como um modelo a ser seguido por outras nações e mantém-se afinada com a globalização e o livre comércio. Ao mesmo tempo, manifesta-se contrária a qualquer ameaça à autoridade do Partido Comunista, que prossegue como detentor do controle político do país.

Em seu comentário acima, o embaixador Rubens Barbosa considera ser interessante acompanhar  as projeções estabelecidas pela China para o seu futuro, agora “como um poder global”.

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Textos relacionados