Para Wisnik, os espaços urbanos estão militarizados

O avanço da tecnologia de rastreamento e controle é um dado cada vez mais presente na realidade de nossas cidades

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail


.
A militarização dos espaços urbanos é o tema da coluna “Espaço e Obra” desta semana. Nela, o colunista Guilherme Wisnik elabora sua análise a partir do livro Cidades Sitiadas: o novo urbanismo militar, do geógrafo Stephen Graham, cujo foco é o avanço das tecnologias de rastreamento e controle na sociedade contemporânea, algo que se dá de maneira insidiosa e que coloca em xeque a própria noção de público e de democracia. Segundo Wisnik, é uma ideologia cujo pressuposto se baseia no fato de que vivemos num permanente estado de guerra.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Textos relacionados