Para colunista, cultura do curto prazo não resolve problemas do País

Nakabashi: “O que temos hoje no Brasil é uma cultura muito arraigada no pensamento de curto prazo”.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

logo_radiousp790px

.

Foto: Nelson Jr./ ASICS/TSE
Foto: Nelson Jr./ ASICS/TSE

Ao se dirigirem para as urnas, nas próximas eleições municipais, os eleitores devem votar não apenas de forma consciente, mas, acima de tudo, deixarem de lado aquele pensamento de que tudo deve mudar a curto prazo. Em sua coluna, o professor Luciano Nakabashi ressalta que desenvolvimento e crescimento econômico requerem políticas de longo prazo, que não surtirão efeito hoje ou amanhã, mas apenas no futuro, daí a importância de o eleitor não se deixar levar por promessas vãs na hora de escolher seu candidato.

Em outro trecho de seu comentário,  Nakabashi  enaltece a Operação Lava Jato como algo que vem mudando no País a cultura de que o crime do colarinho branco permanece impune, e de que essa espécie de delito geralmente acaba em pizza.

 

.

.

.

.

.

 

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Textos relacionados