Obra de Monteiro Lobato revela passagens racistas

A personagem negra Tia Anastácia era frequentemente execrada pela boneca de pano Emília

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Segundo o professor Ricardo Alexino Ferreira, uma leitura mais crítica da obra de Monteiro Lobato permite observar a forma estereotipada como o trabalhador do campo, na figura do Jeca Tatu, era tratado. O famoso personagem era tido como indolente e ignorante, da mesma forma que a personagem negra Tia Anastácia sofria constantes ataques racistas da boneca de pano Emília. O eurocentrismo também estava presente, personificado por Dona Benta, que trazia como ideal civilizatório a cultura europeia.

Ouça o comentário no link acima.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Textos relacionados