Nova outorga do Sistema Cantareira contém retrocessos

Pesquisadora do Instituto de Estudos Avançados constata erros em sistema de faixas e governança

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

A concessão do uso da água do Sistema Cantareira foi renovada em 2017. Para a professora da Escola de Artes, Ciências e Humanidades (EACH) e pesquisadora do IEA, Ana Paula Fracalanza, existe uma contradição entre a medição anunciada dos reservatórios e o serviço oferecido aos cidadãos que ainda reflete o período da crise hídrica.

Foto: Fernanda Carvalho / Fotos Públicas

Além disso, a pesquisadora pontua que a nova determinação quanto à governança tem retrocessos. O novo termo retira a participação dos Comitês de Bacias Hidrográficas junto à Sabesp em situação emergencial. 

O Jornal da USP, uma parceria do Instituto de Estudos Avançados e Rádio USP, busca aprofundar temas nacionais e internacionais de maior repercussão e é veiculado de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 9h30, com apresentação de Roxane Ré.

Você pode sintonizar a Rádio USP em São Paulo FM 93.7, em Ribeirão Preto FM 107.9, pela internet em www.jornal.usp.br ou pelo aplicativo no celular.

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Textos relacionados