Martin Grossmann mostra espaços na cidade críticos ao Modernismo

Espaços como o Sesc Pompeia e o Centro Cultural São Paulo estimulam a participação do indivíduo – o que nunca foi feito pelo Modernismo -, apontando para a pós-modernidade

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Ouça  coluna “Na Cultura o Centro Está em Toda Parte”, com o professor Martin Grossmann.

logo_radiousp_790px
.

Sesc Pompéia - Foto: Júlia Risi via Wikimedia Commons
Sesc Pompeia – Foto: Júlia Risi via Wikimedia Commons

Em sua coluna na Rádio USP, que foi ao ar no dia 9 de novembro, o professor Martin Grossmann falou sobre a crítica ao modelo modernista implantado na cidade de São Paulo, notada na arte e na arquitetura. Segundo ele, essa crítica pode ser entrevista no Sesc Pompeia, que considera e estimula a participação do cidadão – o que nunca foi característica do Modernismo. “Esse espaço empodera o indivíduo, o que gera um sentimento de pertencimento.” Para Grossmann, nessa mudança de concepção de espaço se nota a crítica ao Modernismo e a aproximação à pós-modernidade.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Textos relacionados