Marisa Midori analisa se a leitura deve ser em local público ou fechado

Em São Paulo, no ano de 1940, existia o “leitura a vapor”, que era destinado a viajantes dos trens

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

20161013_leitura_colunistamidori
Foto: Mariela De Marchi Moyano/Visual Hunt

Será que a leitura realmente precisa ser feita em um local fechado e em silêncio? Para quem está acostumado a ler em locais mais agitados, ou prefere companhia para discutir as ideias, esse método pode parecer ultrapassado.

Nos trens, nas carroças, nos ônibus ou nos metrôs, o assunto sempre permeou os usuários do transporte público, mas nunca chegou a um consenso. Esta semana, é o tema de análise da coluna “Bibliomania”, da professora Marisa Midori.

Ouça o comentário na íntegra:

logo_radiousp

 

 

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Textos relacionados