Manual de redação é ferramenta indispensável para o bom jornalismo

A opinião é do professor Carlos Eduardo Lins da Silva ao comentar o novo manual de redação lançado pela “Folha de S. Paulo”

O jornal Folha de S.Paulo acaba de lançar um novo manual de redação e estilo. Para o professor Carlos Eduardo Lins da Silva, este é um passo fundamental para se fazer jornalismo de boa qualidade. “A questão do manual é importante porque confere ao jornalista que trabalha numa redação instruções claras sobre como proceder e sobre como agir em situações de dúvida”, diz ele, antes de concluir: “O problema do manual não é se ele é bom ou se ele é ruim, é se ele vai ser realmente cumprido ou não”.

O colunista discorda daqueles que entendem que o manual de jornalismo não seria tão importante hoje, argumentando que “exatamente por causa das dificuldades que o jornalismo atravessa atualmente, mais do que nunca é importante que haja instrumentos para que o bom jornalismo seja produzido”. Ainda de acordo com ele, o jornalismo precisa de determinações claras de procedimento e precisa ser de qualidade profissional superior para poder ter influência sobre a sociedade, para poder servir bem à sociedade e à democracia.

Acompanhe a coluna, na íntegra, clicando no link acima.

Textos relacionados