Maior barreira aos direitos da pessoa com deficiência é a atitude

É preciso entendê-las como sujeitos de direitos para combater negligência histórica do processo civilizatório

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Segundo Linamara Battistella, professora titular da Faculdade de Medicina (FM) da USP e secretária de Estado da Pessoa com Deficiência, a principal barreira à garantia de direitos de pessoas com deficiência são as atitudes. Para a professora, é necessário compreender a deficiência como parte da diversidade humana. Ela explica que políticas públicas têm dado cada vez mais importância às questões relacionadas à deficiência. Desde 2009, a arquitetura de programas habitacionais como a Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU), órgão ligado ao governo estadual paulista, segue um padrão universal em todos os andares visando à acessibilidade. Outra medida está no transporte público, com 100% das composições acessíveis. No entanto, Linamara pondera que é preciso as condições de maneira multidimensional.

O Jornal da USP, uma parceria do Instituto de Estudos Avançados, Faculdade de Medicina e Rádio USP, busca aprofundar temas nacionais e internacionais de maior repercussão e é veiculado de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 9h30, com apresentação de Roxane Ré.

Você pode sintonizar a Rádio USP em São Paulo FM 93.7, em Ribeirão Preto FM 107.9, pela internet em www.jornal.usp.br ou pelo aplicativo no celular.

Foto: Cesar Brustolin / SMCS via Fotos Públicas

.

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Textos relacionados