Literatura africana para brasileiro ver e ler

A jornalista e educadora mineira Marilene Pereira, que vive em Cabo Verde há trinta anos, é uma grande divulgadora da literatura infantojuvenil

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

logo_radiousp790px
.

Literatura infanto juvenil de Cabo Verde teve contribuição da brasileira Marilene Pereira - Foto: Divulgação/Teatro Alternativa
Literatura infantojuvenil de Cabo Verde teve contribuição da brasileira Marilene Pereira – Foto: Divulgação/Teatro Alternativa

A literatura africana de países de língua portuguesa finalmente começa a despertar interesse no Brasil. Tanto é assim que só agora se conhece por aqui a obra Mayombe, do angolano Pepetela, incluída entre as obras do vestibular da Fuvest. Nesse aspecto, uma grande contribuição deve ser creditada à jornalista e educadora mineira Marilene Pereira, cujo trabalho vai no sentido de divulgar a literatura infantojuvenil africana, da qual muito pouco se fala por estas plagas.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Textos relacionados