Legado de Stephen Hawking vai da física ao bom humor

Além de físico brilhante, Hawking tornou-se celebridade mundial ao dedicar esforços à popularização da ciência

  • 2
  •  
  • 2
  •  
  •  

Na nova edição de Ciência e Cientistas o físico Paulo Nussenzveig, professor e coordenador do Programa de Pós-Graduação do Instituto de Física (IF) da USP, comenta sobre o legado do pesquisador britânico Stephen Hawking, que faleceu recentemente, aos 76 anos de idade.

“Ele (Hawking) deu grandes contribuições à física, já nos anos 1960 e 1970, quando, com Roger Penrose e outros, tratou de singularidades em soluções das equações de Einstein da Teoria da Relatividade Geral”, abre Nussenzveig ao ressaltar como seus trabalhos corroboraram a ideia, desenvolvida desde os anos 1920, de que o Universo se originou numa grande explosão, o big-bang, e deram impulso fundamental ao estudo da sua evolução.

Além disso, o físico tornou-se uma celebridade mundial ao dedicar grandes esforços a popularizar a ciência e por desvendar os mistérios do Universo.

Ouça mais no áudio acima.

  • 2
  •  
  • 2
  •  
  •  

Textos relacionados