Juros altos não reduzem inflação, argumentam economistas

As altas taxas incidem sobre a dívida do governo

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

logo_radiousp790px

- Foto: Marcos Santos/USP Imagens
Taxa de juros elevada provoca a inflação – Foto: Marcos Santos/USP Imagens

As taxas de juros voltaram a mobilizar a atenção dos economistas, como há muito não se via. Um notório articulista, escrevendo nos jornais, relata que foi equivocada a política de juros adotada pelo governo brasileiro nos últimos anos, sempre sob o pretexto de reduzir a inflação. Ocorre que um novo consenso parece surgir, ou seja, o de que, na realidade, uma taxa de juros elevada provoca a inflação. “O que está ficando claro”, diz Gilson Schwartz em sua coluna semanal para a Rádio USP, “é que o próprio nível nominal da taxa de juros acaba sinalizando para o mercado que o Banco Central espera uma inflação mais alta”, o que termina por realimentar o processo inflacionário.  O que se espera agora é uma rápida redução dos juros pelo Banco Central.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Textos relacionados