Indústria de fármacos e automóveis sinaliza crescimento em 2018

Especialista explica que privatizações e concessões podem aumentar a confiança e os investimentos no País

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O crescimento do setor produtivo vem sendo retomado desde o terceiro trimestre deste ano, após quatro anos de quedas e resultados negativos. Os avanços ganharam maior destaque a partir de outubro, quando a taxa de investimentos fechou com crescimento de 1,6%.

O professor de MBA da Faculdade de Economia e Administração (FEA) da USP, Gilson Garófilo, afirma que a retomada da confiança do empresariado no Brasil se dará por meio das reformas trabalhista e previdenciária. Ele explica que os programas de concessões e privatizações significam, também, um impulso aos investimentos.

O docente destaca que a indústria automobilística e a farmacêutica são exemplos significativos de crescimento. A Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) aponta um avanço de 7,3% nas vendas de veículos no ano que vem. Além disso, houve uma ampliação inusitada da rede de farmácias e drogarias em todo o País.
Garófilo conta que as expectativas de melhoria do PIB (Produto Interno Bruto) estão em torno de 3%.

Para o analista, esse é um crescimento modesto ao se comparar com a variação de 7,5% de 2010 e ainda não atinge um patamar desejável para o mercado. No entanto, segundo ele,  a sinalização é positiva diante dos índices negativos dos últimos dois anos.

O Jornal da USP, uma parceria do Instituto de Estudos Avançados, Faculdade de Medicina e Rádio USP, busca aprofundar temas nacionais e internacionais de maior repercussão e é veiculado de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 9h30, com apresentação de Roxane Ré.

Você pode sintonizar a Rádio USP em São Paulo FM 93.7, em Ribeirão Preto FM 107.9, pela internet em www.jornal.usp.br ou pelo aplicativo no celular.

Você pode ouvir a entrevista completa no player acima.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados