Humanizar a ciência é forma de estreitar relação com a sociedade

Integrantes do projeto Dragões de Garagem comentam diferentes formatos de mídia que usam para divulgação científica

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

jorusp

O Pint of Science, evento de divulgação científica que pretende aproximar cientistas do público em geral, traz entre os temas desta edição o zika vírus. O bate papo com pesquisadores de diversas áreas em bares e restaurantes pelo Brasil acontece entre os dias 14 e 16 de maio. Hoje, dia 15, os integrantes do podcast Dragões de Garagem, Luciano Lopes Queiroz, mestre em Microbiologia pela USP, e Fabian Marcel Menezes, mestre em Ciências e Aplicações Geoespaciais, pretendem levar ciência através da contação de histórias de personagens da vida real.

Queiroz conta que em edições anteriores do Pint of Science já foi levantada a discussão sobre o zika vírus e sua relação com a microcefalia. Ele lembra, porém, que o formato dessas abordagens era mais “quadrado”, como uma aula tradicional de escola. Hoje a dupla pretende inovar e, para isso, produziu um material em áudio – formato com o qual os dois pesquisadores estão acostumados a trabalhar – em que uma mãe que foi infectada pelo zika durante a gravidez conta sua experiência. O relato é intercalado com explicações científicas sobre o tema.

Ainda segundo avaliação de Queiroz, ainda hoje a ciência é muito “fria”. Ele acredita ser positivo o esforço no sentido de torná-la mais humana. Só assim, com a criação de vínculos, é possível que a ciência ganhe o reconhecimento merecido e a relação entre ela e a sociedade se estreite. Trazer histórias reais para discutir o zika é uma forma de promover essa aproximação, diz ele.

Menezes lembra que em momentos como o atual, de cortes nos investimentos em  pesquisas, é ainda mais necessário o esforço de valorização da ciência. Ele, que está à frente do canal no YouTube do Dragões de Garagem, conta que os vídeos têm tido um bom alcance, principalmente do público jovem. A interação com os espectadores é muito positiva, conta ele. Os elogios, as críticas e até as correções suscitam debates interessantes. O podcast, formato de mídia original do projeto, também tem sido um sucesso: a média é de 20 mil ouvintes por episódio.

A programação completa do Pint of Science pode ser encontrada no site do evento. O conteúdo das mídias do Dragões de Garagem está disponível no site do projeto.

Jornal da USP no Ar, uma parceria do Instituto de Estudos Avançados, Faculdade de Medicina e Rádio USP, busca aprofundar temas nacionais e internacionais de maior repercussão e é veiculado de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 9h30, com apresentação de Roxane Ré.

Você pode sintonizar a Rádio USP em São Paulo FM 93.7, em Ribeirão Preto FM 107.9, pela internet em www.jornal.usp.br ou pelo aplicativo no celular. Você pode ouvir a entrevista completa no player acima.

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Textos relacionados