Geração de energia solar está em expansão no Brasil

O crescimento das taxas de produção nos últimos anos transformou o Brasil no quinto maior gerador desse tipo de energia

Por - Editorias: Atualidades, Rádio USP
Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Acompanhe a entrevista concedida pelo professor Claudio Roberto de Freitas Pacheco à repórter Simone Lemos da Rádio USP:

logo_radiousp790px

Foto: Energy.gov/Visualhunt
Foto: Energy.gov/Visualhunt

Em 2014, a geração de energia solar aumentou 4,5% no Brasil, transformando-o no quinto país com maior produção desse tipo de energia. Claudio Roberto de Freitas Pacheco, professor colaborador do Laboratório de Sistemas Energéticos Alternativos (Sisea), aponta que a utilização de combustíveis fósseis prejudica os quatro elementos fundamentais à vida: ar, água, energia solar sintetizada pelo organismo na forma de vitamina D e energia solar “coagulada” na produção de grãos como o trigo.

Pacheco acredita que a transição completa para energias renováveis ainda não é possível, mas pode-se utilizar processos que combinem essas energias limpas à gerada por combustíveis fósseis, o que reduziria o consumo desses materiais e, consequentemente, seus danos à saúde e ao meio ambiente.

 

.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Textos relacionados