Flúor: de herói a vilão

As mulheres, em particular, têm motivos para se preocupar, uma vez que estão mais expostas a disfunções da glândula tireoide

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

cab_ciro_marcondes

 

Foto: Marcos Santos/USP Imagens
Foto: Marcos Santos/USP Imagens

O flúor, adicionado à água potável, tem sido um elemento usado intensamente, desde a década de 1950, na prevenção da cárie dentária. No entanto, estudos científicos recentes demonstraram que a fluoretação da água faz mais mal do que bem, podendo levar a casos de tireoide sub ativa. Ocorre que a exposição a níveis elevados de fluoreto de sódio inibe a produção do iodo, substância considerada crucial para a manutenção de uma tireoide saudável. Para agravar ainda mais a “vilania” do flúor, um outro estudo revela que a substância tem ligação direta com taxas de diabetes do tipo 2.

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Textos relacionados