Fone explode durante voo e reabre discussão sobre segurança de eletrônicos

Após acidente com passageira, professor da Escola Politécnica comenta riscos do uso de eletroeletrônicos em voos

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail
Ilustração: FAA/Gov
Alerta ao uso de equipamentos eletrônicos durante voo – Ilustração: FAA/Gov

Durante um voo entre Pequim e Melbourne, em 15 de março, os fones de ouvido de uma passageira pegaram fogo, ferindo levemente a mulher e provocando um grande alerta ao uso de equipamentos eletrônicos durante viagens.

Segundo relatos da própria passageira, ela estava dormindo quando começou a sentir seu rosto queimar. Acordando imediatamente, percebeu que seus fones de ouvido, alimentados por uma bateria, estavam pegando fogo e soltando faíscas. Após se livrar deles, a tripulação foi acionada e apagou o princípio de incêndio ali mesmo, no corredor da aeronave.

Fones de ouvido, alimentados por uma bateria, pegaram fogo durante um voo entre Pequim e Melborne, deixando o rosto e as mãos de uma passageira sujos - Foto: Divulgação via ATSB
Fones de ouvido pegaram fogo deixando o rosto e as mãos de uma passageira sujos – Foto: Divulgação via ATSB

Depois do susto, funcionários da companhia aérea recolheram o aparelho para encaminhá-lo à perícia, no entanto, a bateria e a tampa ficaram coladas ao chão.

Atualmente, explosões e acidentes envolvendo aparelhos eletrônicos não são novidade, mas, pela primeira vez, tal fato ocorreu durante um voo. Para discutir o problema e descobrir se existe algum risco em manipular aparelhos alimentados via bateria durante viagens aéreas, a Rádio USP conversa com o professor Ronaldo Mansano, do Departamento de Engenharia de Sistemas Eletrônicos da Escola Politécnica da USP. Ouça acima o áudio da entrevista.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Textos relacionados