Esculturas sonoras desafiam o público a usar os sentidos

Exposição no Mube reúne artistas de diferentes gerações e convida o espectador a ouvir e sentir o som

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

A mostra Esculturas para Ouvir,  no Museu Brasileiro da Escultura e Ecologia, com a curadoria de Cauê Alves, é a indicação de Giselle Beiguelman, artista e professora da FAU. “A mostra reúne trabalhos de artistas de diferentes gerações que combinam o som a outras formas de expressão”, observa. “Há obras de Leon Ferrari, Amélia Toledo, Paulo Bruscky, Cinthia Marcelle, Paulo Nenflídio, Vivian Caccuri, da dupla Leandro Lima e Gisela Motta, além de coletivos como o Grivo e Chelpa Ferro. Todas as obras estão na fronteira entre o instrumento musical e as artes visuais e desafiam o público a usar vários sentidos.”

Acesse o link acima para ouvir a íntegra da coluna. Mais informações sobre as obras e artistas que participam da mostra no Mube estão disponíveis em www.desvirtual.com

 

 

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Textos relacionados