Efeitos do envelhecimento podem ser detidos pelo uso de proteína

União de estudos da farmacologia com a neurociência busca a influência da proteína para proteção do organismo

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

O professor titular do Departamento de Farmacologia do Instituto de Ciências Biomédicas da USP (ICB),  Cristóforo Scavone, explica que estuda a ação de proteínas em relação ao envelhecimento. A partir de pesquisa de um professor japonês, verificou-se que maiores efeitos do envelhecimento estavam ligados ao menor nível da proteína denominada Klotho.

Foto: Pedro Ventura/ Agência Brasília

Diante desse quadro, o professor Scavone procura compreender essa relação e desenvolver estratégias ou fármacos que possam se utilizar da proteína contra as doenças neurodegenerativas. Através do conhecimento das pesquisas pioneiras desenvolvidas por ele, outros cientistas poderão testar a aplicação de técnicas como a nanotecnologia, por exemplo, no combate aos efeitos do envelhecimento.

O Jornal da USP, uma parceria do Instituto de Estudos Avançados e Rádio USP, busca aprofundar temas nacionais e internacionais de maior repercussão e é veiculado de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 9h30, com apresentação de Roxane Ré.

Você pode sintonizar a Rádio USP em São Paulo FM 93.7, em Ribeirão Preto FM 107.9, pela internet em www.jornal.usp.br ou pelo aplicativo no celular.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Textos relacionados