Dr. Bartô relembra os cinco anos da morte do vocalista Chorão

O doutor relembra a vida conturbada do grande compositor e aproveita para fazer um alerta sobre drogas

Na coluna de hoje, o Dr. Bartô comenta sobre os cinco anos da morte do cantor Alexandre Magno Brandão, mais conhecido como Chorão, o eterno vocalista da banda Charlie Brown Jr., que faleceu devido a uma overdose de cocaína. O doutor João Paulo Lotufo exalta a produção do compositor e ressalta o perigo do contato com as drogas na juventude.

Contudo, ele também comenta que a questão do uso de drogas não está diretamente ligada a certos grupos sociais, como skatistas e surfistas, mas que diz respeito a uma decisão pessoal: “É uma questão de escolha individual, é isso que a gente tem que dizer para o jovem, ele é que escolhe. Mas não despreze o poder maléfico da droga, porque ele acontece, vide a vida de Chorão”, afirma. Para saber mais sobre o tema, confira a coluna completa no player acima.

Textos relacionados