Diagnóstico de miopia aumenta entre os jovens

Nesta semana, o professor Eduardo Rocha fala sobre os recursos para lidar com a miopia

Na coluna Fique de Olho desta semana, o professor Eduardo Rocha fala sobre a miopia, condição em que a imagem é formada antes do ponto focal da retina. “As imagens de objetos localizados à distância do observador acabam desfocadas, ao se aproximar, o foco se ajusta e a visão fica mais nítida”.    

Rocha ainda fala que, ao consultar o oftalmologista e com o diagnóstico de miopia, as correções possíveis são: óculos de grau, lentes de contato ou, em alguns casos, procedimentos cirúrgicos. Qualquer uma dessas opções, diz,  leva ao ganho de foco e recuperação da nitidez da visão para enxergar bem de longe novamente.

Rocha também diz que a miopia costuma aparecer durante a adolescência em caráter genético. “Mas estamos observando que, recentemente, houve  aumento da incidência da miopia entre indivíduos de faixas etárias mais jovens, mais do que em grupos etários de indivíduos com idades mais avançadas. Isso nos dá a impressão de que a sociedade está ficando mais míope”. Ouça acima, na íntegra, a coluna Fique de Olho, com o professor Eduardo Rocha.

Por: Júlia Gracioli

 

 

Textos relacionados